• Publicidade
Variedades
sexta-feira, 23 de março de 2012

Conheça os 13 peixes mais consumidos na Semana Santa

Bacalhau é um dos peixes mais apreciados na Semana Santa. Foto: Flávia Henriques No Brasil, a época do ano em que as pessoas mais consomem peixes é, comprovadamente, na Semana Santa. No período, cresce a procura e os comerciantes comemoram as boas vendas. O consumo anual de pescados cresceu 40% nos últimos sete anos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cada brasileiro consome, atualmente, cerca de nove quilos ao ano do item, mas ainda estar abaixo do recomendado (que é 12%).
Poucos conhecem os 13 peixes que conquistam o paladar dos brasileiros e enchem os pratos dos mais exigentes. São eles: bacalhau (a carne deve ser clara e bem seca. É nutritiva e quase não possui colesterol. A receita mais popular é a bacalhoada); cação (muito macio, pode ser assado, em postas, peixadas ou ensopado); cavalinha (um pouco mais gordurosa, pode ser usada para ensopados ou frita); dourado (considerado o peixe mais saboroso dos rios brasileiros, pode ser preparado assado, recheado com farofa ou em postas); linguado (carne branca e magra, tradicionalmente preparada em filés); merluza (carne branca e salgada, pode ser preparada em filé ou espetos na grelha); namorado (carne branca e magra, sem espinhos, pode ser preparada assada, cozida ou ensopada); pacu (tem pouco espinho e pode ser preparado grelhado ou assado); pescada (carne branca com pouco espinho, pode ser assada, frita ou em filés); pescadinha (com pouco espinho, pode ser preparada frita ou ensopada); pintado (sem espinhos, pode ser grelhado, assado ou frito); porquinho (carne branca e sem espinhos, de tamanho pequeno, pode ser frita) e sardinha (carne escura e com espinhos, pode ser assada, grelhada ou frita, com bastante tempero).
Peixe é um tipo de alimento apontado pelos nutricionistas como essencial para a saúde, por ser rico em proteína de boa qualidade e vitaminas. Principalmente minerais como fósforo e potássio, que previnem inúmeras doenças e auxiliam na formação e fortalecimento dos ossos, renovando as células do corpo. E o melhor: os peixes podem contribuir para o emagrecimento, quando detectado o ômega-3, um tipo de gordura importante para a saúde do coração, redução da pressão arterial, ação antiinflamatória e diminuição das taxas de triglicérides e colesterol total do sangue.
Os especialistas aconselham o consumo dos pescados durante todo o ano, assim, os benefícios serão potencializados. A monlevadense Edinalva Antunes Soares, 26, está na lista das pessoas que seguem à risca a sugestão. “Consumo sempre e gosto dos frescos. Por isso, pesco muito em sítios”, conta a moradora do bairro Cruzeiro Celeste, que elege a sardinha e traíra como os seus preferidos.
Newsletter
Saiba de todas as novidades do Jornal A Notícia cadastrando em nossa newsletter.

+ Assinar newsletter

Todos dos os direitos reservados 2012
Quem somos   Expediente